Massagens para gordura localizada nas coxas

gorduralocalizada

Shutterstock

Para eliminar a indesejável gordurinha localizada, exige-se disciplina e persistência, principalmente quando essa gordura está acumulada entre as coxas. Alguns tratamentos podem auxiliar no combate dessa gordura localizada, como a massagem!

Mas vale ressaltar que é preciso combinar uma dieta saudável e exercícios físicos para obter bons resultados. Conheça o trio de massagens que podem eliminar a gordura localizada nas coxas:

Power Plus - A técnica Power Plus utiliza uma técnica avançada que consiste em manobras de massagens estéticas, como a massagem modeladora, lipoescultural manual, drenagem linfática e ainda conta com o rolo de amassamento e sucção e o mobilizador de celulite - Celumix. "A massagem tem a finalidade de eliminar as toxinas, combater a retenção de líquido e reduzir as medidas nas circunferências das coxas e culote", comenta a fisioterapeuta.

Tripla Redução - É uma técnica exclusiva e desenvolvida pelo Zahra Spa que consiste na junção de três massagens que são potentes para reduzir a gordura localizada: manthus, massagem modeladora localizada e crioterapia.

"O Manthus consiste na utilização do ultrassom para a retirada da gordura dentro das células, que caem na circulação linfática, ou seja, toda essa gordura é eliminada pelo suor ou pela urina. Já a massagem modeladora vem para ajudar a modelar a região auxiliando na quebra de gordura gerada pelo ultrassom. E, por último, a crioterapia, que é aplicado um gel com bandagens para acelerar o metabolismo e forçar a queima de lipídios (gordura)", esclarece Ana Cláudia.

Massagem Lipolítica - Uma técnica desenvolvida na Rússia que utiliza manobras de deslizantes profundos, amassamentos e fricções. "Essa massagem abrange a área do abdômen e lateral, além disso, ativa a circulação sanguínea, auxilia na redução de medidas e ainda modela o contorno corporal", completa a especialista.

Para obter um bom resultado as sessões devem ser feitas de duas a três vezes por semana com intervalo mínimo de 24 horas.


Comente