Lipoaspiração menos invasiva

SlimLipo

Imagine um procedimento de lipoaspiração, sem hematomas, roxinhos, nódulos e, ainda por cima, que elimina a flacidez deixada pela saída da gordura. Parece promessa sem futuro, certo? Errado. Esse procedimento que parece milagroso existe no mundo real e atende sob o nome SlimLipo.


O SlimLipo - que é um aparelho de laserlipólise -, tem atuação direta na gordura e na flacidez. Isso quer dizer que, segundo explica a médica Daniela Nunes, da Slim Clinique, do Rio de Janeiro, as pessoas que mesmo com a lipoaspiração necessitam de uma abdominoplastia, por exemplo, podem ir para casa sem o segundo procedimento.

“Ele evita uma cirurgia plástica. Com uma haste de fibra óptica semi-flexível, de aproximadamente 1 mm de espessura e dois lasers, é capaz de eliminar a gordura e, ainda, produzir um efeito de estiramento, eliminando a flacidez de dentro para fora”, diz. O aparelho utiliza o calor da luz para derreter as células de gordura.

O procedimento pode ser realizado em qualquer área corporal, como abdomen, flancos, braços, pescoço e aquela flacidez na parte interna da coxa e na região peri-umbilical. O procedimento é bem menos invasivo do que a lipoaspiração, já que pode ser feito sem aquele movimento de vai-e-vem da cânula.

O artifício da medicina moderna e que promete eliminar as gordurinhas indesejadas é novidade no Brasil e foi lançada no congresso da Academia Americana de Dermatologia, no início de março. O Slimlipo já foi aprovado pelo FDA (agência americana que regula medicamentos). No Rio de Janeiro, a Slim Clinique já encomendou o equipamento, previsto para chegar esse mês.

A sessão para papada e para aquela pequena flacidez e gordurinha localizada peri-umbilical deve custa R$ 2500. Para grandes áreas, como abdome e flanco, preço irá variar de R$ 4 mil a R$ 8 mil.

Por Sabrina Passos (MBPress)

Comente