Hidrogel: conheça os riscos

Conheça a substância usada para aumentar bumbum e coxa
andressa urach

Foto reprodução instagram

Recentemente, a modelo Andressa Urach foi parar no hospital por causa de uma aplicação de hidrogel nas coxas. A loira está em coma induzido e respira por aparelhos. Mas afinal, onde foi o erro que levou a um problema de saúde dessa dimensão?

O hidrogel é uma substância usada para aumentar o volume de certas regiões do corpo, como nádegas e coxas e até linhas de expressão. Ele é usado no Brasil desde 2008, quando foi aprovado pela ANVISA. No entanto, nos EUA, o produto ainda é proibido. 

O maior risco está na quantidade em que é aplicado. Em excesso, pode comprimir um vaso sanguíneo e levar a isquemia. Em outros casos, o excesso de hidrogel pode comprimir nervos, causando dores. Há até o risco de o produto ser aplicado dentro de um vaso sanguíneo, causando trombose.

Até agora o que foi divulgado é que Andressa fez uma aplicação muito maior do que é permitido, o que levou o corpo da modelo a rejeitar a substância. De acordo com os dermatologistas, o hidrogel é usado para pequenos preenchimentos de deformidades na pele, como rugas, e na correção de assimetria em tecidos moles, por isso a quantidade é de 2 a 3 ml.

Como o hidrogel causa aumento do volume da região em que é aplicado, a modelo Andressa Urach tinha usado 400 ml do produto em cada coxa.

O hidrogel é aplicado na camada subcutânea por meio de uma microcânula. O procedimento deve ser feito por um cirurgião, requer anestesia e internação. O efeito dura até 2 anos. Depois disso, o produto é absorvido pelo organismo e é necessário reaplicá-lo.

Conheça os procedimentos estéticos feitos por Andressa Urach

Por Helena Dias

Comente

Assuntos relacionados: coxas cabelos loiros