Hidratação injetável

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Hidratação injetável

Hidratação duradoura de peles finas, delicadas e aparentemente envelhecidas com resultados visíveis a curto prazo tem chamado a atenção de muitas mulheres em relação à hidratação injetável com ácido hialurônico. O tratamento, que existe no Brasil há poucos anos, mostra-se eficiente para áreas como pescoço, colo e as assustadoras ruguinhas embaixo dos olhos. Até para o dorso das mãos é recomendável.

Segundo a Dra. Meire Gonzaga, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o segredo do sucesso consiste, basicamente, no fato de que a aplicação do ácido hialurônico alcança a segunda camada da derme, que adquire maior tônus, suporte e elasticidade. Já os cosméticos, que apesar de também demonstrarem eficácia na hidratação da pele, atuam exclusivamente nas camadas mais superficiais da epiderme, ajudando a reduzir a perda de água.


"Na prática, a aplicação é feita no consultório, por meio de várias picadinhas com distância de 1 cm entre uma e outra, na área selecionada, após anestesia tópica com cremes", diz a Dra. Meire. "A hidratação injetável ainda estimula a produção de colágeno e elastina, dando um aspecto saudável e rejuvenescedor à pele".

Após o procedimento, o paciente retorna às suas atividades diárias normalmente. Três sessões, com intervalos de 30 a 90 dias, são necessárias para o resultado completo do procedimento. "O resultado dura de 9 meses a um ano. Mas, se o paciente mantiver cuidados domésticos, como uso de filtro solar, por exemplo, esse prazo pode até aumentar", diz a dermatologista.

Por Adriana Cocco

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente