Guru fitness faz vídeo onde questiona o corpo perfeito

Através de manipulações digitais, mulheres questionam a busca pelo corpo ideal
corpo perfeito

foto: reprodução/Youtube

Você já se sentiu vítima dos comentários das pessoas sobre o seu corpo? Nem mesmo uma das blogueiras fitness mais famosas do mundo, Cassey Ho, escapa do cyberbullying – onde recebe críticas negativas a respeito do seu shape em suas fotos no Instagram.

Cassey é uma instrutora que faz sucesso no seu canal no Youtube “Blogilates”, com mais de 2 milhões de seguidores, onde dá aulas de Yoga, Pilates e Bootcamp. Ela resolveu dar uma resposta aos haters que afirmam que ela está gorda ou que ela precisa melhorar algo em seu corpo.


Até quando esses ataques de ódio escondido atrás de uma tela irão acontecer? Toda agressão verbal ou virtual pode provocar graves problemas internos na vida de uma pessoa, inclusive famosa.

Então Cassey resolveu dar uma resposta diferente, através de um vídeo que pudesse alertar não só a gravidade do cyberbullying, como também questionar essa busca intensa pelo “corpo perfeito”. Afinal, ele realmente existe?

No vídeo de aproximadamente 3 minutos, ela simula postar uma foto de seu corpo no Instagram e recebe comentários maldosos sobre ele. Então ela resolve fazer ajustes com o Photoshop: pernas e cintura mais finas, glúteos e seios maiores; um rosto mais afinado e olhos maiores e mais claros. Mas, no final, ela se vê no espelho e percebe que tem algo errado ali. Estaria ela satisfeita? O tal “corpo perfeito” estipulado pela mídia e pela sociedade é o que ela realmente deseja para si mesma?

Projeto similar também manipula o corpo

corpo perfeito

foto: reprodução/Youtube

A mesma linha de reflexão foi adotada pela estudante norte-americana Kelsey Higley, que resolveu alterar digitalmente suas fotos e mostrar vários modelos de corpos – cintuta fina, olhos grandes, quadris estreitos – e mostrar que algumas idealizações a respeito do “corpo perfeito” chegam a ser irreais. É como se ela mostrasse 126 opções à sua escolha: você tem certeza de que seria feliz assim, desse jeito que você está vendo? E qual desses corpos seria o perfeito?  Não existe!

Fica a dica para quem busca a eterna perfeição e está sempre descontente. Será que vale buscar uma perfeição que, às vezes, só existe na nossa cabeça? Talvez o que a gente precisa é só recuperar a nossa autoestima e valorizar as qualidades que já temos, que são únicas e intransferíveis.

Por Jessica Moraes

Comente