Guia sobre depilação definitiva

Guia sobre depilação definitiva

Foto: Jutta Klee/ableimages/Corbis

Para quem procura se livrar da lâmina e da cera, processos feitos frequentemente para a eliminação dos pelos, a depilação definitiva pode ser uma solução prática.

É ótimo para quem não aguenta ter que ir a todo o momento no salão ou precisa recorrer à lâmina nos momentos de improviso, principalmente se você faz parte do grupo de mulheres que sofre com uma massa de fios escuros, grossos, rebeldes, espalhados pelo corpo todo.

O método feito a laser promete eliminar 100% dos pelos, ao final de todas as sessões. Já na segunda sessão eles estarão mais claros e finos.

O laser elimina o pelo porque a sua energia, em forma de luz, é atraída e captada pela melanina, pigmento presente na haste do fio e responsável pela sua coloração. Essa energia térmica destrói ou retarda a capacidade de o folículo produzir um novo fio.

Quanto à dor, há, sim, um desconforto em cada disparo. Mas se você aguenta firme à cera, vai aguentar tranquilamente a sessão a laser - lembrando que o tipo de dor é bem diferente, ok?

Vale lembrar que a depilação definitiva não dura para sempre, mas é muito mais duradoura que os métodos de depilação tradicionais e varia de acordo com o tipo que você escolher. No mais é preciso consultar a opinião do profissional que fará o procedimento.

Conheça os tipos de depilação definitiva:

Laser Light Sheer - É o mais popular. Emite um feixe de luz que atravessa a pele e é absorvido pela melanina da haste do pelo. O laser atua diretamente na raiz, enfraquecendo-a e reduzindo o crescimento de novos pelos na região. Pessoas com todos os tipos de pele podem recorrer ao método, inclusive as negras que sofrem mais de foliculite.

Laser Alexandrite -Tem um pulso mais longo e possui o comprimento de onda de 755 nm (modo normal). Há um retardo no crescimento dos pelos e algumas pessoas podem perceber a interrupção do crescimento de parte dos pelos. É mais eficaz nos pelos escuros, com curta espessura e peles claras.

ND:YAG - É o tipo de laser mais seguro para peles morenas, já que o comprimento de onda é de 1064nm, porém ele não trata os pelos brancos. A dor é uma limitação ao procedimento. E ainda há questionamentos se o seu resultado é uma depilação permanente ou apenas um retardo no crescimento dos pelos.

Diodo Milesman - o Milesman Premium é o Laser de Diodo que associa eficácia a um tratamento menos dolorido. Em poucas sessões é possível perceber a eficiência do tratamento a laser.

Por Jessica Moraes

Comente