Flacidez: a arquiinimiga das mulheres

sem flacidez

Quem nunca se pegou olhando para o próprio braço na hora de dar o famoso tchauzinho, ou então, na hora de confrontar o espelho com aquele vestidinho que você tanto gosta. Pois é, a flacidez atinge homens e mulheres, mas já reparou que nós somos as que mais se preocupam em relação a esse problema? Talvez por serem as mais atingidas pela flacidez.

Para se ter uma pele bonita é preciso que a musculatura esteja fortalecida, pois, são os músculos responsáveis pela sustentação da pele e da gordura. A dermatologista Dra. Fabiana de Castro Ângelo, explica que a própria alteração hormonal feminina faz com que as mulheres acumulem mais gordura no corpo.

Só que não são apenas os cuidados com o corpo que evitam o aparecimento dessa desagradável companheira, existem pessoas que têm predisposição à flacidez. "Devido a uma maior propensão genética, alguns indivíduos têm a estrutura da pele alterada, com diminuição ou alteração das fibras de colágeno e elatina”, conta Dra. Fabiana.

O melhor combate contra a flacidez ainda é a prevenção. Além de exercícios localizados, tratamentos estéticos com estimulação elétrica também pode atenuar os efeitos da flacidez na pele.

Comente

Assuntos relacionados: corpo