Famosas ainda são adeptas do banho de lua

Adeptas do banho de lua

Adriane Galisteu. Foto Reprodução twitpic

Vamos falar sobre o inimigo número um do universo feminino: os pelos! A mulher que nunca sofreu por causa de seus pelos que atire a primeira pedra. É na sobrancelha, no buço, no braço, na virilha, na perna e até no bumbum! Umas têm mais outras menos, mas a dúvida do que fazer com a pelugem chega a tirar o sono.

Graças à medicina e aos avanços da cosmetologia, além das técnicas de depilação com lâminas e cera, muitos outros métodos são utilizados na remoção desses fiozinhos. O banho de lua é uma opção muito viável, principalmente para as mulheres que reclamam de irritações e alergias na pele. Apesar de não retirar, esse tratamento descolore os pelos, deixando a pele macia e com um tom dourado, destacando a feminilidade da mulher.

Pra quem já utiliza esse método ou tem interesse em conhecer um pouco mais, vamos falar sobre os principais cuidados, as celebridades que aderem e o que os homens acham disso! Para que você tire todas as suas dúvidas, conversamos com a Dra. Sylvia Ypiranga, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e com três mocinhos: o designer Rafael Augusto (28), o jornalista Douglas Mazzoco (21) e o publicitário Lucas Biral (22).

O banho de lua não traz nenhum malefício à pele. Dra. Sylvia nos explica: "Na realidade, o risco de alergias e irritações está na qualidade do produto escolhido e no tempo de contato com os produtos despigmentantes". As manchas, bolhas e irritações em geral que aparecem são por falta de informação da mulher ao realizar o processo. "São manchas por acúmulo de produto despigmentante e água oxigenada. Para evitar, devem-se seguir as orientações de diluição e aplicação do produto", ensina a dermatologista. Lembrando que as manchas são transitórias, mas em todo caso é sempre bom consultar um médico.

De acordo com a especialista, o banho dourado, como também é conhecido, é livre para todas as idades, mas preferencialmente a partir da puberdade. Se for realizado nessa época, é necessária a supervisão de um adulto. Infelizmente grávidas não estão autorizadas. A doutora avisa: "Não existem estudos que garantam a segurança dos produtos descolorantes e com amônia".

Se você não está grávida, pode usar e abusar dos pelos loirinhos, mas muita atenção ao realizar o passo a passo, todo cuidado é pouco. A exposição ao sol é proibida: "Isso pode aumentar o risco de dermatite, manchas e irritações", complementa Dra. Sylvia. Apesar de todos os avisos que acompanham os produtos, é sempre bom lembrar: a reidratação da pele é parte essencial, portanto, cremes estão liberados!

Adeptas do banho de lua

Nicole Bahls. Foto Reprodução twitpic

E aquela velha história de que os pelos crescem mais rápido é tabu. "Não há estudos que demonstrem que a descoloração dos pelos acelera o seu crescimento", nos esclarece a doutora. E conclui: "Apenas este processo de crescimento natural passa a ser observado mais facilmente."

A opinião dos homens é bem variada. Enquanto Rafael afirma que não tem problema nenhum a mulher descolorir os pelos, Douglas diz totalmente o contrário: "Homem não gosta de sentir pelo na perna da mina". Lucas conta que nem repara nessas coisas: "Acho uma coisa normal, nem feio nem bonito".

Já as famosas vão com tudo nesta tendência! A última que fez grande sucesso foi Adriane Galisteu em seu novo ensaio da Playboy. A apresentadora faz questão de descolorir todos os pelos do corpo e não teve vergonha nenhuma de mostrar. Outras que aderem à moda são as participantes de reality shows. Tanto as sisters Maria e Priscila, que levaram grandes prêmios do Big Brother Brasil, quanto as atuais peoas Valesca e Joana Machado de A Fazenda, aderem à moda douradinha. A paniquete Nicole Bahls descolore as coxas e o bumbum também!


As escolhas são várias e só nos deixam mais à vontade na hora de nos embelezarmos. A sessão do banho de lua em salões de beleza custa em média R$ 100, podendo variar. O indicado é fazer o processo uma vez por mês ou quando a raiz dos pelos começarem a crescer.

Por Alessandra Vespa (MBPress)

Comente