Evite calos e joanetes

pes bem cuidados

Só quem tem calos e joanetes sabe onde o sapato aperta depois de uma longa caminhada ou horas a fio em pé. O salto também contribui para a formação de calos, o peso se desloca para o gordinho do pé, fazendo com que se perca sua passagem pelo meio do pé e o apoio do calcanhar. Os calos são, portanto, apenas uma reação a uma pressão feita pelo sapato. Se você deixar de usar sapatos que incomodem, e tratá-los, eles tendem a desaparecer.

O que você pode fazer para evitar estes companheiros indesejados é alternar o uso dos saltos, um dia mais alto, outro mais baixo, ou mesmo mudando a forma do sapato. "Salto agulha joga a concentração do peso do corpo para a parte da frente do pé, já o Anabela distribui de uma certa forma, mas mantém o encurtamento.", revela Dr. Antônio Carlos Flores dos Santos, ortopedista traumatologista, membro da Sociedade Brasileira de Medicina e Cirurgia do Pé.

Os sapatos de bico fino então só agravam a situação. Sabe aquele que os seus amigos falam que é de matar barata no canto? Então, eles pioram o joanete, machucam o dedinho e podem ser os responsáveis pelo surgimento de calos entre os dedos, pois estes ficam comprimidinhos.

Doença da sociedade calçada, o joanete só pode ser resolvido através de intervenção cirúrgica, todo o resto são tratamento paliativos. Depois de operado, não volta mais, nunca mais. Ele sempre é conseqüência do uso inadequado dos sapatos, mas a probabilidade de seu surgimento pode ser maior em pessoas que apresentam um formato ósseo mais propício.

Dr. Santos afirma: "Os principais incômodos do pé são fruto de causas intrínsecas e extrínsecas, as primeiras vêm de dentro para fora, atuando de acordo com o desenho do esqueleto de cada um e, as segundas, vêm de fora para dentro, onde o vilão é o calçado."

Comente

Assuntos relacionados: pés calos joanetes calos nos pés