Estrias, novos tratamentos

Estrias novos tratamentos

Quase toda mulher tem estrias. No fenômeno do crescimento e do desenvolvimento, estas listrinhas costumam aparecer na pele onde foi mais esticada e causam um grande incômodo estético.

Existem muitos tratamentos dermatológicos que prometem atenuar as estrias. Cremes, aparelhos... as opções são infinitas. Entre as últimas novidades no assunto, fala-se do ácido retinóico.

Segundo a dermatologista Meire Brasil Parada, dois tratamentos têm se destacado entre os demais por sua eficiência. Confira a seguir:

Luz Intensa Pulsada + Ácido Retinóico

Este tratamento é indicado principalmente para quem possui estrias vermelhas. “A luz é aplicada na linha da estria e atrai o vermelho, agindo no pigmento e diminuindo seu aspecto”, explica a dermatologista. Além disso, há estimulação do colágeno e faz com que a estria fique mais fina e superficial.

Antes de utilizar este método, entretanto, é importante consultar um dermatologista, já que alguns tipos de pele correm o risco de ficar manchadas. São necessárias de três a cinco sessões mensais e o preço por sessão é a partir de 300 reais, em média.

Peeling de Cristal + Ácido Retinóico

Neste tratamento é realizado um tipo de associação entre os dois métodos. Primeiro é aplicado o peeling de cristal, que faz com que jatos de pó de óxido de alumínio esfoliem a pele, facilitando a segunda etapa. Em seguida é aplicado o ácido retinóico, que fica agindo por várias horas. “Este tratamento é indicado tanto para estrias vermelhas quanto as brancas”, explica Meire.

O colágeno também é bastante estimulado e acontece uma abrasão na pele superficial, melhorando seu aspecto. Quem utiliza desta técnica, porém, deve fugir do sol, a fim de evitar manchas na pele. Para ver os efeitos, são necessárias também de três a cinco sessões mensais, dependendo da área das estrias. Cada sessão tem custo médio de 300 reais.

Fonte - MBPress

Comente