Estrias: elimine-as de uma vez por todas

Estrias elimineas de uma vez por todas

Não há mulher no mundo que não se importe com o fato de ter estrias. Mas, infelizmente, elas são muito mais normais do que imaginamos. Não adianta, assim como a celulite, dificilmente você achará uma mulher que não tenha uma listrinha incômoda pelo menos. O bom é que com os avanços da medicina estética, nós já podemos travar uma verdadeira guerra contra essas indesejáveis marquinhas.

Se até hoje você não tinha nenhuma estria e, de repente elas começaram a surgir, muita calma. Hoje no mercado existem uma série de tratamentos eficazes na redução ou até mesmo eliminação completa dessas linhas, dependendo dos casos.

As estrias recentes são mais fáceis de serem removidas e alguns tratamentos são tiro e queda para que elas desapareçam do seu corpo. Se você não sabe distinguir se são recentes ou antigas, basta reparar na sua coloração. Caso sejam avermelhadas, pode comemorar, pois os tratamentos tendem a ser mais eficientes nessa etapa.

Abaixo listamos três procedimentos que prometem travar uma verdadeira guerra contra as temíveis estrias:

Cromosystem - uma técnica pouco invasiva que funciona por meio de um aparelho que possui luzes coloridas com ação antiinflamatória e poder de recuperar as células da pele, reduzindo as estrias. A aplicação é finalizada com peeling área para garantir a renovação da camada cutânea.

Cromopeel - é um tratamento feito por meio da associação de três ácidos: o lático; o salicílico; e o acetato. Eles têm a função de promover a descamação da pele que é impulsionada a produzir novas células, aumentando assim a produção de colágeno e elastina. O ponto negativo do processo é que você não pode expor a pele ao sol durante todo o tratamento, além de poder usar somente um hidratante com fórmula específica pra essa finalidade. No entanto, os resultados são super positivos.

Striat - um pouco dolorido, o procedimento é muito eficaz e pode chegar a eliminar as lesões por completo. A aplicação é feita com um aparelho que parece uma caneta, só que ele possui pequenas agulhas na ponta que emite uma corrente contínua. O processo é relativamente simples. A caneta é passada na região lesionada com o intuito de causar um processo inflamatório no tecido, forçando-o a produzir uma quantidade maior de colágeno para se regenerar.

Por Paula Perdiz

Comente

Assuntos relacionados: corpo estrias vila batom peeling