Dúvidas sobre alergia aos esmaltes de unha

Os esmaltes são utilizados não apenas esteticamente, mas auxiliam no fortalecimento e proteção das unhas das agressões diárias. O que poucas pessoas sabem é que os esmaltes de unha são uma causa freqüente de alergia de pele e que o local mais freqüente são as pálpebras superiores que se tornam vermelhas com descamação.

A alergia ao esmalte causa lesões ao redor dos olhos e pescoço, com vermelhidão e coceira, lugares onde levamos as mãos com freqüência. Pode-se dizer que 10% da população possui alergia ao esmalte. O principal causador de reações alérgicas é o formaldeído e o tolueno presentes na composição. O tolueno é um solvente da fórmula tradicional de esmaltes e o formaldeído está presente na resina. A função da resina é dar a aderência e a durabilidade ao produto. Até o momento o formaldeído só está proibido nos Estados Unidos, Canadá e nos países do oeste europeu.

Temos que lembrar que a alergia pode não ser do tolueno ou do formaldeído e sim da mica, que é um pigmento utilizado nos esmaltes cintilantes e perolados.

Confira os esclarecimentos para as principais dúvidas:

Quando faço a unha, fico com os olhos inchados, é alergia a esmalte?

Provavelmente, a alergia (dermatite de contato) a esmaltes aparece como placas vermelhas com descamação, nas pálpebras, pescoço e colo e às vezes na palma das mãos.

Quais são os sintomas da alergia a esmaltes?

Inchaço nos olhos (pálpebras), vermelhidão e coceira no pescoço, rosto e mãos

Usei um esmalte antialérgico e continuei tendo alergia, é normal?

No esmalte antialérgico ou hipoalergênico, o formaldeído e o tolueno são substituídos por outra resina. Você pode ser alérgica a esta nova resina ou a algum outro componente do esmalte.

Qual cuidado preciso ter quando for à manicure?

Se for alérgica a esmaltes, use sempre base e esmaltes hipoalergênicos.

Como posso saber se sou alérgica somente ao tolueno ou também a outras substancias do esmalte?

O diagnóstico é feito pelo teste de contato feito no alergista.

Como é realizado o teste?

O teste tem uma bateria de substâncias padronizadas (no Brasil são 35, entre elas temos o formaldeído e as resinas). As substâncias são coladas à pele das costas com adesivo hipoalérgico. Após 48 horas é retirado e é feita a primeira avaliação (observa-se se em algum local ocorreu à reação alérgica e a qual substância esta reação corresponde). A segunda avaliação é após 96 horas. O teste dá positivo, quando aparece vermelhidão e até bolhas no local de determinada substância (isto quer dizer que a pessoa é alérgica a esta substância)

Existe tratamento ou remédio para quem tem alergia a esmaltes?

O tratamento é o mesmo para qualquer alergia. A pessoa alérgica não pode mais usar esmaltes que não seja hipoalérgico.


A base incolor aplicada antes do esmalte dá alergia?

Sim, ela tem os mesmos produtos que o esmalte, sendo que a quantidade de resina (tolueno, sulfonamida, formaldeído) é maior, para aumentar a aderência do esmalte.

A Dr. Daniela Graff é dermatologista, colunista sobre saúde da pele.

Comente