Dicas para prevenção das varizes

Dicas para prevenção das varizes

Dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular apontam que as mulheres são as maiores vítimas das temidas varizes e "vasinhos". Para cada homem afetado, há quatro delas com o problema. Especialistas acreditam que isso aconteça por razões hormonais, já que a taxa interfere no aparecimento desse mal. Então, precisamos ter atenção redobrada e nos esforçar para evitar o problema.

A primeira informação interessante para a prevenção é conhecer as causas das marcas. Por definição, "a veia varicosada ou variz é uma veia que apresenta alteração do seu calibre e também em seu comprimento, tornando-se dilatada e tortuosa", afirma Gilberto Narchi Rabahie, médico vascular do Hospital do Coração, em São Paulo.

Quem sofre com varizes tem dois problemas: um com o retorno do sangue para o coração e outro nas paredes das veias. O primeiro acontece porque, especialmente nos membros inferiores - áreas mais afetadas pelas veias doentes -, a dificuldade de o sangue voltar para o coração é grande.

Vamos explicar desde o início: todo mundo sabe que o coração bombeia o sangue necessário para a oxigenação e manutenção das células do nosso corpo. O líquido circula pelo organismo pelas veias e artérias. Como o coração fica longe, por exemplo, das nossas pernas e pés, o sangue que é bombeado para lá precisa de movimentação, de contração dos músculos para que seja impulsionado e volte para o órgão e o ciclo continue. Além do mais, o movimento para cima (em direção ao coração) ainda enfrenta a ação da gravidade.

Agora, imagine a situação das pessoas que trabalham sentadas ou paradas - ou os dois. Elas ficam horas e horas na mesma posição e sem movimentar as pernas, dificultando o retorno do sangue ao coração e favorecendo o aparecimento das varizes.

No entanto, outro problema deixa os vasos mais aparentes: as paredes finas das veias. Essa complicação, ao que parece, é passada de geração em geração. "A hereditariedade é apontada como fator preponderante para o aparecimento de varizes. A parede da veia se enfraquece, levando à dilatação do vaso", explica o médico.

Conhecendo melhor o "inimigo", fica mais fácil tentar evitar que ele afete nossa vida. Embora exista o fator da hereditariedade, há atitudes que, quando não evitam as varizes, pelo menos melhoram a situação, e até mesmo dores nas pernas causadas pelas veias doentes.

"Algumas medidas podem ajudar a prevenir a doença varicosa, como a prática de exercícios físicos regularmente (e sob orientação médica), evitar o sobrepeso, evitar uso prolongado de hormônios, elevação dos membros sempre que possível e, sobretudo, o uso correto de compressão elástica (meias elásticas), principalmente na gestação", orienta Gilberto.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), outras dicas também são úteis na prevenção de varizes:


- Dieta rica em fibras para evitar a constipação intestinal

- Procurar não permanecer muito tempo parada em pé ou sentado

- Não fumar

- Consultar regularmente seu angiologista/cirurgião vascular

Por Priscilla Nery (MBPress)

Comente