Depilação: como deixar sua pele lisinha

depilacao

Existem vários tipos de depilação para deixar a pele das mulheres lisinha. Conforme a dermatologista Patrícia Delai, “não há método nocivo à pele e sim o que é melhor para cada uma”. Antes de iniciar o processo, no entanto, é necessário ter alguns cuidados. Seja com cera (quente ou fria), roll on, a laser, aparelhos elétricos, entre outros métodos, as dicas são as mesmas: deve-se limpar e secar bem a pele. A ducha fria é ideal, pois fecha os poros. Após a depilação, evite sol, piscina ou praia por até dois dias, pois a pele fica um pouco sensível.

Confira os métodos disponíveis no mercado para as mulheres:

Lâmina

Prós: É barata, indolor e rápida. Não engrossa os pêlos, desde que sejam raspados na direção que nascem. Pode ser usada em qualquer parte do corpo.

Contras: Por não terem sido arrancados, os pêlos crescem rapidamente.

Cera Quente

Prós: O calor dilata os pólos e facilita a saída dos pêlos. Pode ser feita em regiões mais sensíveis e dura até quatro semanas.

Contras: Muito dolorido, “enfraquece os vasinhos, possibilitando o aparecimento de novos vasos”, diz a dermatologista.

Cera Fria

Prós: Indicada para pernas e braços, pode ser usada em todo o corpo. É feita com papel celofane e faz pouca sujeira. Os pêlos voltam a crescer entre 20 e 30 dias depois do procedimento.

Contras: Os pêlos encravam facilmente e a falta de calor não dilata os poros.

Creme Depilatório

Prós: Indolor e rapidamente absorvido pela pele.

Contras: Possui um forte odor e os pêlos crescem rapidamente.

Aparelhos Elétricos

Prós: Não fazem muita sujeira, não encravam os pêlos e eles demoram a nascer novamente.

Contras: Método dolorido que não deve ser usado no rosto nem nas axilas.

Laser

Patrícia afirma que este é o melhor método de depilação, mas muito caro. A dermatologista alerta: ele deve ser feito em clínicas especializadas e sob supervisão de um dermatologista.

Fonte: MB Press

Comente