Depilação com Laser de Diodo

Depilação com Laser de Diodo

Foto: Divulgação

O sonho de qualquer mulher é eliminar de vez os pelos do corpo, sem sentir dores, é claro. O que era ilusão passa a ser realidade nas clínicas de estética que adotaram o Laser de Diodo. Na atualidade, pode-se dizer que duas marcas brigam pela preferência dos estabelecimentos e clientes: a LightSheer e o Soprano.

A novidade do LightSheer é a versão Duet, chegada recentemente ao Brasil. O segredo do aparelho está na ponteira usada com a promessa de menor desconforto e menos dores. A ponteira foi aumentada de 9 por 9 milímetros para 22 por 35, e também usa a tecnologia de vácuo assistida, responsável por deixar o tecido da pele mais próximo. Como isso, a energia do laser é menor e os incômodos diminuem.

"Essas inovações resultam em maior versatilidade e agilidade na aplicação porque diminui em 75% o tempo necessário para tratar áreas grandes, como as pernas e dorso", explicam Carla Albuquerque, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Como a anestesia é dispensada nessa técnica, Carla conta que usa um creme no local 30 minutos antes da sessão e resfria a pele com rolinhos gelados.

Redução de dor comprovada!

Para comprovar que realmente a dor diminui, acompanhe esse estudo publicado no Journal of Drugs in Dermatology. Os pesquisadores selecionaram 33 mulheres e testaram as duas máquinas. A depilação foi feita nas duas pernas, uma para cada equipamento, em cinco sessões, com intervalos de seis a oito semanas.

Seis meses após a última sessão, eles compararam os pelos restantes com a quantidade inicial. Saiu na frente o aparelho da LightSheer que eliminou 91% dos pelos, e a versão Duet foi menos dolorida contra a do Soprano, que teve média 3 na escala variante de 1 a 10.

Benefícios

E os benefícios da depilação com Laser de Diodo só crescem. O mecanismo protege a pele através do seu resfriamento e a energia do laser atinge apenas a raiz do pelo. Ou seja, a melanina da pele não é afetada, o que evita as manchas.

O resultado esperado é a redução definitiva dos pelos que pode variar de acordo com cada pessoa e localização do tratamento. Além disso, a intensidade do laser utilizada na depilação de peles escuras é menor do que aquela utilizada em peles claras e, por isso, podem ser necessárias mais sessões para se conseguir bons resultados.


No entanto, é importante intercalar pelo menos 30 dias entre cada sessão, de modo que os pelos que estejam na fase de repouso (telógena) passem para a fase de crescimento, tornando-se mais vulneráveis ao tratamento.

Por Natália Farah

Comente