Depilação a laser dói?

Depilação a laser dói

Foto: Entre Mujeres/Thinkstock Photos

Quem resiste à depilação com cera certamente não vai se incomodar em retirar os pelinhos com laser. A razão está em certo desconforto dessa técnica, que promove sensação de leve queimação na pele.

Isso porque para se obter uma depilação eficaz com laser, a raiz do pelo precisa ser aquecida a uma temperatura mínima de 60ºC, o que causa dor. No entanto, a sensação de ardência varia de pessoa para pessoa.

A região da virilha e áreas com a pele mais escurecida, normalmente, são as mais sensíveis. Nesses casos e até para quem não suportar as ‘picadinhas’ do laser, alguns fabricantes desenvolveram soluções anestésicas eficazes como anestésicos tópicos, gelo em forma de rolos, criogênio em spray e equipamentos de crioterapia, que resfria parte do corpo que será depilada. O mais usado é o anestésico tópico, que deve ser aplicado 30 minutos antes da sessão.

Depois das regiões depiladas, é bastante comum a pele ficar vermelha e em alguns casos, irritada, principalmente nas pessoas mais sensíveis. Embora a sensação desapareça algumas horas depois, é possível amenizá-la com aplicação de água termal e cremes à base de corticoides ou calamina na região tratada para acalmar.

Vale sempre ressaltar que essa técnica, ainda que seja uma das mais caras do mercado e até cause certo desconforto, bloqueia o crescimento até 80% do crescimento dos pelos até o fim do tratamento. E um dos métodos mais indicados para evitar manchas na pele, especialmente nas axilas.


Por Natália Farah

Comente