Coordenando cheiros

Coordenando cheiros

Shampoo, condicionador, hidratante, desodorante e perfume. Todas nós utilizamos esses cosméticos, e até mais alguns, quase que diariamente, mas você já parou para pensar que todos eles tem cheiros e as vezes os odores são super diferentes? Então, como fazer para utilizar tudo sem que um "atrapalhe" o outro?

A consultura da Lumi cosméticos, Natalia Antunes, explica que isso pode ser um problema, especialmente porque as brasileiras tendem a gostar de produtos com perfumes marcantes, então para que tudo não acabe se misturando e resultando em um cheiro não muito agradável a melhor coisa é seguir uma linha com classificações olfativas semelhantes. "Por exemplo, se o hidratante é frutal, escolha um desodorante e um perfume frutal ou cítrico."

Outra opção é prestar atenção para optar por fragrâncias mais suaves, assim elas não influenciarão uma na outra. Ou então, para não ter a possibilidade de erro, utilizar produtos de uma mesma linha. "É uma opção legal, principalmente se a linha oferecer benefícios distintos. Assim o tratamento e o cuidado se completam.", explica Natalia.

Mas também não é necessário se desesperar e sair jogando fora os cosméticos que "não combinam". Vale lembrar que alguns desses produtos não liberam o cheiro o tempo todo. Por exemplo, o shampoo e condicionador soltam a maior parte do perfume durante o banho, depois não são tão facilmente percebidos, então não se torna tão significante. Já a combinação entre hidratantes e perfumes, por exemplo, merece mais atenção.


Além disso, a consultora explica que cada cosméticos tem um propósito, então no caso dos que não tem como principal função perfumar, podem ser substituídos por versões sem cheiro. "Essa escolha é super válida, por exemplo, utilizar um desodorante neutro."

Por Larissa Alvarez

Comente