Clareamento de pele - melhores ativos para tratamento

Clareamento de pele  melhores ativos para tratamen

Toda mulher sonha em ter uma pele de pêssego, não tem jeito. Mas, para enganar a passagem do tempo e se manter jovem por mais tempo é preciso investir no tratamento certo para não ter surpresas no final. O mercado dermocosmético tem investido cada vez mais em produtos para tratar de forma eficaz os problemas cutâneos, como: rugas, olheiras, bigode chinês e, sobretudo, nas manchas causadas pelo sol.

Se você também sofre com manchas e quer atenuar o problema, o clareamento da pele ainda é a melhor alternativa. De acordo com a farmacêutica e consultora técnica da Biotec Dermocosméticos, Mika Yamaguchi, a tendência mundial é o uso de produtos que tratem, não apenas efetivamente as manchas, mas também a prevenção.

A especialista ainda explica que o clareamento é um processo complexo e muitas vezes demorado. Por isso, para se obter um bom resultado nesta tarefa, afirma ela, vários fatores devem ser ativados no organismo, como o aumento da renovação celular, o combate aos radicais livres, a uniformização e restauração da pele, além da inibição do aparecimento da melanina.

Seguindo esta tendência, Mika ressalta que "em um único produto, o dermatologista pode prescrever vários ativos que vão atuar conjuntamente no combate de formação de manchas, tais como: Hyaxel, Ascorbosilance C, Whitessence, Isocell Citrus, Albatin e Base Hydra Fresh. Todos em conjunto proporcionarão na pele uma ação antioxidante, fortalecimento da membrana contra os radicais livres, renovação celular, luminosidade, ação anti-inflamatória, entre outros benefícios", explica.

As manchas podem aparecer por várias razões: pelo sol, pela utilização de produtos não indicados, uso de anticoncepcionais ou mesmo por características genéticas. Mas, independentemente da causa do aparecimento das manchas, diz a especialista, a ação conjunta de vários ativos em um único produto garantirá os resultados de forma global. "Os ativos têm rápida absorção na pele, sem qualquer contraindicação, mas é fundamental o uso de um protetor solar com uma proteção UVA foto-estável, além da importância de consultar um dermatologista para se fazer o uso correto do produto, finaliza a farmacêutica.

Por Paula Perdiz

Comente