Cirurgia Plástica - resgate da autoestima

Cirurgia Plástica autoestima

Foto - Shutterstock

As cirurgias plásticas não são feitas apenas por um fator estético. Saiba que a intervenção cirúrgica possui muitos pontos positivos, além de elevar a autoestima e, em outros casos, devolver a identidade perdida há muito pelo paciente.

É de extrema importância estar bem com o seu corpo, pois isso reflete diretamente na alma e na maneira agir consigo mesma. Com a autoestima elevada, um novo sentido é descoberto, há uma melhora substancial na qualidade de vida e, até mesmo o seu humor modifica. Pode parecer exagero, mas aceitar a si é uma mudança e tanto na vida de uma pessoa.

Mas não vá pensando que só a beleza importa. Em alguns casos é a solução ideal, mas muito cuidado na hora tomar a sua decisão. De acordo com o cirurgião plástico Dr. Mauro André Arguello, alguns cuidados devem ser tomados na busca pelo corpo perfeito.

A primeira dica é que o profissional deve ser reconhecido pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica - SBCP e ter registro no Conselho Federal de Medicina. "Exija uma consulta com o profissional, o diálogo entre médico e paciente é de fundamental importância para o profissional avaliar se a cirurgia é realmente viável, necessária ou exagero", afirma Arguello.

Outro detalhe importantíssimo que não pode passar despercebido é o local no qual o procedimento será feito. "A realização da cirurgia deve ser feita em hospitais capacitados e nunca em clínicas sem a infraestrutura necessária para realizar grandes procedimentos", ressalta.

Já para a lipoaspiração não deve ser feita com freqüência, ela é indicada para pessoas que tem acúmulo de gordura localizada. Isso quando o paciente não conseguiu eliminar por meio da combinação de dieta e exercícios físicos. "A lipo não é um método de emagrecimento, isso deve ficar claro", esclarece o cirurgião.

Por Paula Perdiz

Comente