Cirurgia plástica: para uma boa recuperação.

Recomendações médicas para se recuperar bem e rápido!
Cirurgia plástica recuperação

Foto - Shutterstock

Silicone nos seios, lipoaspiração ou rinoplastia: o mercado está repleto de técnicas para você dar um up no visual. Além de a cirurgia plástica ser ainda mais eficaz, com resultados ótimos, o pós-operatório está cada vez mais simples, o que acaba incentivando muita gente. Mesmo assim, antes de marcar a sua cirurgia, imagine como é a sua rotina de trabalho e assuntos de casa porque sem dúvida você vai precisar de uma boa ajuda da família ou dos amigos na recuperação. Veja algumas dicas importantes dos especialistas:

Bumbum e Barriga

Após uma lipoaspiração, evite permanecer sentado o tempo inteiro e não use calcinhas com as laterais muito finas. Essas duas atitudes evitam a formação de dobras como sulcos na região operada.

Em abdominoplastia é proibido esticar o abdômen. Ao deitar, prefira fazê-lo de barriga para cima e sempre flexionando o joelho. Dormir de lado e de bruços, nem pensar. Mas o banho fica liberado 48 horas após a operação. Esses cuidados ajudam o paciente a conquistar um novo contorno corporal, sem nenhuma protuberância desagradável.

Nas primeiras duas semanas após uma operação para colocação de próteses no bumbum, mantenha o uso da cinta cobrindo toda a região glútea. A cinta comprime a área operada e impede o inchaço, além de evitar o surgimento de hematomas e favorecer o processo de cicatrização.

Seios

Para quem colocou silicone nos seios, use um sutiã liso durante os primeiros cinco dias, pois ajuda a deixar os seios menos sensíveis, inclusive durante o sono.

Para quem reduziu o tamanho das mamas faça cinco minutos de massagem por dia em cada seio com o auxílio de cremes compostos à base de rosa mosqueta, por exemplo. Além disso, uma lâmina de silicone usada entre o seio e o sutiã evita que a cicatriz fique alta e também a auxilia a desaparecer mais rapidamente.

Rosto

Nos primeiros dias após um lifting facial, não mexa exageradamente a musculatura da face. Da mesma forma, não é recomendável comer alimentos sólidos que exijam muita mastigação, porque este é um exercício que força toda a área operada.

Para diminuir o inchaço do rosto, dez dias após a cirurgia é recomendável realizar sessões de drenagem linfática, na própria clínica onde foi feita a operação. Essa medida ajuda a pele a retornar mais rapidamente ao seu estado natural.

Para prolongar os resultados da plástica, é importante conservar a pele do rosto bem tratada, com hidratantes que mantém seu viço e elasticidade. Vale lembrar que é proibido freqüentar a praia ou piscina por pelo menos duas semanas. Nesta fase, a exposição direta ao sol pode trazer conseqüências irreversíveis na região operada.

Dormir com travesseiro alto durante as primeiras semanas após uma rinoplastia (operação de nariz) alivia o desconforto e ajuda a reduzir o inchaço do nariz.

Após uma otoplastia - para eliminar orelhas de abano - adote uma faixa de contenção durante um mês. E, por favor, fuja dos óculos com hastes apertadas.

A faixa de contenção também é uma alternativa para quem retirou a papada: a pele volta mais depressa ao lugar.

Compressas simples de gaze, com cubinhos de gelo feitos com soro fisiológico, durante as primeiras 48 horas após a realização de uma blefaroplastia (cirurgia de pálpebras), são especialmente benéficas para diminuir o edema provocado pela operação. Máscaras prontas, daquelas que devem ficar guardadas na geladeira, fazem o mesmo efeito, além de gerar uma ótima sensação de alívio e bem-estar.

Alimentação e Medicamentos

Diminua a ingestão de sal, que favorece a retenção de líquidos, e perceberá como os inchaços desaparecem mais depressa.Quando indicado pelo médico, o uso de vitaminas e suplementos alimentares favorece a multiplicação das células e ajuda o organismo a se recuperar mais depressa.

Analgésicos e antiinflamatórios podem ser receitados pelo médico em certos casos para minimizar algum tipo de desconforto. Obedeça a dosagem prescrita pelo profissional e os horários de ingestão recomendados, para que o tratamento possa ser abreviado e não seja necessária uma prorrogação.

Comunique imediatamente ao cirurgião qualquer tipo de sintoma que possa parecer estranho. Não esconda dele dados importantes - como a ingestão de algum medicamento alternativo, de bebidas alcoólicas ou mesmo de outras substâncias.

Fonte - MB Press

Comente