Cirurgia Plástica - facilidades e perigos

Foi-se o tempo em que as cirurgias plásticas eram privilégio da elite. Há cerca de dez anos, uma operação reparadora tinha valor aproximado de um carro, pós-operatório doloroso e várias contra-indicações.

Hoje, esses procedimentos são bem mais acessíveis. Além de mais baratos, as formas de pagamento facilitam o alcance da beleza feminina. Ponto para nós mulheres! Existem clínicas que parcelam as cirurgias em até 24 vezes, incluindo anestesia, internação e pós-operatório.

Mas há um lado ruim nessa popularização das plásticas. Muitas pessoas questionam sobre a banalização do procedimento, além da qualidade e confiança dos médicos.

“As mulheres andam encantadas com a idéia de cirurgias plásticas. Como o mercado apresenta mais opções e preços mais baixos, qualquer defeitinho ou quilinho a mais é motivo para cirurgia. As pessoas têm que se conscientizar de que uma cirurgia plástica pode ser perigosa. É como qualquer outra operação de rim, fígado ou coração. Não é pelo fato de ser estética que ela tem menos importância. No fundo, uma cirurgia plástica não deixa de ser uma mutilação”, afirma a cirurgiã Jacira de Almeida, especializada em mamoplastia.

A médica também indica alguns cuidados na escolha do cirurgião: a mulher deve pesquisar sobre o assunto e sobre as conseqüências, além de consultar mais de três profissionais para saber opiniões diferentes. É importante saber a formação e experiência do médico, pois é preciso sentir-se segura.

Fonte- MBPress

Comente

Assuntos relacionados: cirurgia plástica estética mamoplastia