Cera quente x cera fria - Tire suas dúvidas

Saiba aqui qual a temperatura certa para o seu tipo de pele
depilação cera

Na hora da depilação com cera sempre pinta aquela dúvida: cera fria ou quente? Para desvendar qual é a real diferença entre elas o VilaMulher vai te mostrar aqui alguns aspectos que vão te ajudar a escolher a cera mais adequada para você.


Veja as dicas seguir e deixe todas as suas dúvidas de lado:

Cera fria:

depilação cera

O motivo da cera fria ser a menos escolhida pelas mulheres é compreensível: ela dói mais. Isto porque ela não possui a mesma ação anti-inflamatória da cera quente.

O ponto positivo é que a cera fria é prática e pode ser levada para qualquer lugar. Ótimo para quem viaja bastante! Ela também é mais indicada para quem sofre com as varizes ou tem sensibilidade ao calor.

Outra dica importante é usar a cera fria apenas quando os pelos estiverem maiores, sempre seguindo as instruções do fabricante para não quebrar os fios no meio. Ninguém merece, não é?

Cera quente:

depilação cera

Se a cera fria dói mais... consequentemente a quente dói menos. Então se você é mais sensível à dor com certeza essa é a melhor escolha. A cera quentinha é anti-inflamatória e dilata os poros, o que ajuda - e muito - na retirada dos pelos.

Tem gente que diz que a cera quente mancha a pele, mas isso não passa de um mito. Ela também é mais indicada para as mulheres mais jovens ou para quem nunca fez depilação com cera. Se você tem varizes, cuidado! Como explicamos acima, a cera quente dilata os vasos sanguíneos, o que pode fazer mal à região.

Quer saber mais sobre depilação? A blogueira Juliana Goes conversou com a dermatologista Irina Afonso para te explicar mais sobre a remoção dos pelos. Vem ver! 

Por Thamirys Teixeira

Comente

Assuntos relacionados: depilação depilação cera