Bronzeamento artificial: pele saudável com a cor do verão

bronzeamento

Quem não tem tempo de ir à praia, piscina, ou mesmo prefere evitar o sol em horários de pico, conquista a cor do verão com a ajudinha do bronzeamento artificial - o que pode ser muito bom à sua saúde, pois evitam manchas, câncer de pele e envelhecimento precoce.

Os autobronzeadores, por exemplo, sob a forma de creme, gel ou loção são indicados por grande parte dos especialistas. "Além de oferecer uma cor bonita, não causam queimaduras nem fotoenvelhecimento e, por isso, são indicados para todos os tipos de pele", explica o dermatologista Gilvan Alves.

Outro método parecido é o bronzeamento a jato. O sistema Magic Tan, queridinho de muitas celebridades internacionais, também faz sucesso no Brasil. "Trata-se de uma cabine que emite produto através de 27 sprays simultâneos. Em apenas 45 segundos, ele é aplicado de maneira uniforme e seca instantaneamente", afirma Raque Vaz, diretora do Golden Spa, em Brasília. E o melhor, em no máximo um dia você consegue uma cor dourada que pode permanecer por 10 dias na pele.

Já as câmaras não estão entre os preferidos dos médicos ou especialistas. A razão é simples. Conforme o dermatologista, os raios ultravioletas B sempre foram responsáveis por queimaduras, cor vermelho-pimentão e sensação de ardência. Mas muita gente não sabe que o UVA, presente nessas câmaras de radiação, também prejudica a pele.

Por Juliana Lopes

Comente