Alimentos contra a celulite

Alimentos contra a celulite

Frutas vermelhas tem ação antioxidante, que ajuda a diminuir o trabalho dos radicais livre.

Ao pensar no verão, você logo se imagina sentada de biquíni em uma cadeira de praia. E logo o sonho vira pesadelo ao lembrar que a barriguinha não está em dia, ou pior, que a celulite ainda permanece lá, firme e forte.

Milagre nós já sabemos que os tratamentos não fazem, mesmo porque a predisposição genética é uma das principais causas da aparência de casaca de laranja no bumbum. Mas quem costuma ter uma dieta equilibrada e pratica atividades físicas sai na frente nessa batalha. A nutricionista Flávia Morais explica que essas duas medidas, combinadas com a ingestão de pelo menos dois litros de água, ajudam a eliminar as toxinas do organismo, o que melhora a aparência do bumbum.

"Outro passo importante é reduzir o consumo de sódio, causador de retenção hídrica, que pode agravar o quadro. Diminua o consumo de sal, enlatados, alimentos em conservas, embutidos e alimentos industrializados. Troque o sal comum pelo sal light, que tem 50% menos sódio em sua composição. Prefira usar nos alimentos os temperos naturais como orégano, salsa, cebolinha, manjericão e açafrão que além de sabor têm também antioxidantes", sugere a nutricionista.

O segredo é também incluir na dieta alimentos antioxidantes, responsáveis por diminuir a ação dos radicais livres e melhorar a aparência da pele. De acordo com Flávia, a uva escura, o azeite extravirgem e o cacau são alguns deles.

"Inclua no cardápio o cacau salpicado em frutas assadas ou ainda o chocolate com pelo menos 70% de cacau. O azeite de oliva pode ser usado em saladas ou ainda substituir a manteiga. Também utilize oleaginosas como a castanha-do-pará, ótima fonte de selênio, e ainda tomate, cenoura e vegetais verdes escuros, fontes de vitamina A. As frutas vermelhas como a amora, framboesa, mirtilo, blueberry são boas fontes de antocianinas de potente ação antioxidante. Experimente no café da manhã bater essas frutas com água de coco, couve e linhaça, ou ainda fazer um suco de melão com as sementes e flocos de quinua", indica.

Ainda para melhorar o aspecto da pele, o Ômega 3 é outro importante aliado. A nutricionista afirma que ele está presente nas sementes, óleo de linhaça e peixe. Segundo Flávia, os óleos de semente de abóbora e macadâmia são fontes de antioxidantes importantes no tratamento da celulite, rugas e manchas de pele.

Mulheres que tem o costume de tomar antibióticos, anti-inflamatórios, anticoncepcionais, e ainda são alérgicas a certos alimentos também tem mais chances de ter celulite. "É a chamada disbiose, que aumenta a absorção de moléculas grandes pelo intestino. Estas moléculas se ligam a células do sistema imunológico aumentando de tamanho e peso, além de prejudicar a circulação, causando edemas e piorando a celulite", explica a nutricionista.

Para tratamento da disbiose, o primeiro passo é excluir os alimentos alergênicos, os que têm maior potencial são o trigo (glúten) e o leite. Quem costuma ter constipação intestinal acumula toxinas no organismo, e piora o quadro da celulite. Por isso, a recomendação da nutricionista é aumentar o consumo de alimentos ricos em fibras como os cereais integrais, arroz integral, farelo de aveia, sementes de linhaça, frutas e verduras, principalmente as orgânicas. Por sinal, elas ajudam na hidratação e desintoxicam o organismo. Os legumes também têm essa função. Abacaxi, melancia, frutas cítricas, além do pepino e da salsinha, são os mais indicados.

Mas se você percebe que também está com a pele do bumbum mais flácida, a recomendação de Flávia é comer mais alimentos que são fonte de vitamina C, entre eles, frutas cítricas, morango, goiaba, caju e acerola - eles estimulam a produção do colágeno, a famosa proteína que melhora a elasticidade e firmeza da pele. "Aproveite para diminuir o consumo de cafeína e bebidas alcoólicas, pois provocam a compressão de pequenos vasos sanguíneos, prejudicando a circulação e favorecendo o inchaço que piora a celulite", acrescenta.

Além dos exercícios físicos, a nutricionista também recomenda a drenagem linfática. Tânia Antonialli, fisioterapeuta, explica que se ela for feita da forma correta, isto é, com movimentos e pressão leve, seguindo o trajeto do sistema linfático, ajuda a diminuir o inchaço e favorece a circulação sanguínea.


"Por conta da técnica, acontece a estimulação de todo o sistema linfático, e os detritos acabam sendo eliminados naturalmente através da urina", explica. Com esse trio (alimentação balanceada + exercícios físicos + drenagem linfática) você ficará bem mais contente quando se olhar no espelho antes de ir à praia.

Por Juliana Lopes

Comente

Assuntos relacionados: hipoglos celulite acabar celulite