Abusos de verão: você comete algum?

Abusos de verão

Foto: momentimages/Tetra Images/Corbis

O verão chegou há um tempinho e ainda tem gente correndo atrás de deixar o corpo em dia. Na busca incessante pela perfeição, muitos vão além do que deveriam e ultrapassam a barreira do saudável. Você já passou dos limites, seja nas dietas, nos exercícios ou no bronzeamento, para adquirir as curvas dos sonhos? Cuidado! Essas práticas podem trazer consequências indesejadas.

Confira, a seguir, os principais riscos decorrentes dessas atitudes:

Magra sem carboidrato?

Natalia Colombo, nutricionista da clínica NC Nutre, confirma sobre dietas mirabolantes: "Os excessos mais comuns são: ficar sem comer, passando horas e horas em jejum e cortar algum tipo de alimento da dieta, como o carboidrato, por conta própria e sem qualquer indicação médica".

Quando ficamos muito tempo sem comer, um mecanismo de defesa do corpo é ativado e passamos a queimar menos calorias, pois o cérebro entende que estamos passando por um período de escassez. Além disso, quando não nos alimentamos por um período superior a três horas, a produção de cortisol aumenta, causando estresse e colaborando para o ganho de peso.

Se você é louca para conseguir a tal "barriga negativa", saiba que a neura pela magreza causa diversos distúrbios, como anorexia e bulimia. "Nos casos mais extremos, também ocorre ansiedade e depressão. O desespero pelo corpo ideal inalcançável gera uma baixa autoestima", esclarece Natalia.

Cor do verão a qualquer custo

Daniela Schmidt Pimentel, dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e especialista da Clinica Ephesus, condena a busca pelo bronzeado rápido, com exposição por longos períodos do mesmo dia e sem proteção solar necessária.

"O ideal é se expor ao sol gradualmente, sempre antes das 10h e depois das 16h, e com filtro solar adequado ao tipo de pele", recomenda.

Os principais riscos de "torrar" no sol são queimaduras solares agudas, com vermelhidão, edema na área e dor. Elas podem evoluir para vesículas e bolhas, dependendo da intensidade da exposição e do tipo de pele - as claras reagem mais intensamente do que as escuras.

"Cronicamente, as consequências são manchas como melasma, melanoses solares, leucodermias puntatas e câncer de pele", explica Daniela.

Só treinar perna e glúteos não vale

Os abusos nos exercícios físicos podem causar lesões, tonturas e alterações corporais diferentes das desejadas. Mauro Yoshida, personal trainer da academia Acro Fun, diz que o treinamento repetido de um mesmo membro pode ser uma péssima ideia.

"A maioria das mulheres acaba focando mais nos membros inferiores com o objetivo de aumentar massa nas pernas e glúteos. Porém, o músculo precisa de recuperação para poder obter bons resultados e evitar lesões", explica o personal. Os intervalos recomendados variam entre 24h e 72h.

A Whey Protein em excesso também pode ser prejudicial. "Proteínas em excesso podem sobrecarregar o organismo e, na hora da eliminação e digestão, o corpo não dá conta, podendo até gerar cálculos renais", alerta o treinador.

As loucuras para conseguir um corpo idealizado pelas celebridades pode fazer com que você gaste mundos e fundos para emagrecer. No entanto, nenhum método será bom se a prioridade for apenas "ficar bonita". Lembre-se da sua saúde! Faça exercícios com um acompanhamento profissional, coma bem (e de tudo!) e tome sol com moderação.

Pense em sua saúde em longo prazo. Porque o verão acaba, mas os problemas podem persistir pela vida toda.

* Serviço: Natalia Colombo, nutricionista da clínica NC Nutre.

Daniela Schmidt Pimentel, dermatologista especialista da Clinica Ephesus. Mauro Yoshida, personal trainer da academia [link url="http://www.acrofun.xpg.com.br/" externo="sim"]Acro Fun.


Por Juliany Bernardo (MBPress)

Comente