3 tratamentos estéticos para eliminar as estrias de vez

Veja aqui três tratamentos para acabar com as marquinhas indesejadas!
estrias tratamentos

Foto: Istock/Petardj

As estrias são cicatrizes que se formam normalmente causadas por um estiramento da pele. Nas mulheres é mais comum encontrar estrias nos flancos, coxas, glúteos, abdômen e nos seios. Elas podem surgir quando a mulher entra na puberdade ou durante a gravidez. Já nos homens é mais comum nos ombros, braços e costas.

Se você quer se livrar das marquinhas, muitas vezes indesejadas, alguns tratamentos podem ser de grande ajuda! Nós separamosos três melhores para você conhecer e aumentar já sua autoestima. Confira!  

1) Estriderme (disponível no Espaço Kurma):

estrias tratamentos

Foto: Istock/puhhha

Um método não invasivo que consegue eliminar cerca de 50% das marcas já na primeira sessão! Segundo Sueli Szterling, esteticista e proprietária do Kurma, o tratamento age na reconstrução das fibras elásticas, estimulando os fibroblastos, células responsáveis pela produção de colágeno. Além disso, ativa a circulação e oxigenação local, melhorando a hidratação e firmeza da pele.

Por meio de ativos e tecnologia a vácuo, o tratamento age diretamente na estria de forma não invasiva e, por isso, indolor. Entre os ativos, estão a argila preta, que tem alto poder de regeneração; o nicatinato de metila, responsável pela ativação da circulação e oxigenação; ácidos mandélico, fiticolático e vitaminas B3, C e D, que agem na no processo de renovação epitelial da área. Para finalizar, é necessária a utilização de um creme regenerativo na pele por 15 dias.

Já a tecnologia a vácuo, realizada com o aparelho Dermotonus, causa um processo inflamatório na estria, agindo na regeneração da pele. “Nós utilizamos a vacuoterapia, pois ela age de forma profunda, porém indolor, e sem deixar hematomas na área”, explica Sueli.A sessão dura 1h30min e o número necessário varia de acordo com a resposta de cada cliente. A média é de 3 a 5 sessões, realizadas a cada 21 dias.

Os resultados são incríveis. Segundo Sueli, o tratamento pode melhorar em até 70% o aspecto das estrias, além de prevenir o aparecimento de novas. “Nós observamos redução de cerca de 50% já na primeira sessão”, afirma.

É importante estar ciente das contraindicações. “Diabéticos e mulheres grávidas ou lactantes não podem realizar o tratamento. Além disso, quem apresenta algum tipo de processo infeccioso ou dermatite tópica devem evitar o tratamento”, explica a especialista.  Pessoas com muita flacidez localizada também não devem investir no Estriderme.

2) Laser Etherea MX (disponível  em clínicas dermatologicas): 

estrias tratamentos

Foto: Istock

Segundo a dermatologista Paula Sanchez o Laser apresenta os melhores resultados para o tratamento de estrias. “O laser provoca um aquecimento profundo na pele do paciente que leva ao estímulo de colágeno melhorando rugas, cicatrizes, poros e estrias”, conta a Dra. O laser ETHEREA MX proporciona ainda melhor resposta aos resultados graças à sua tecnologia exclusiva e só existente no Brasil. 

O tratamento é muito seguro e pode ser feito em todos os tipos de pele, inclusive em pessoas bronzeadas. São feitas cerca de 5 ou 6 sessões, com intervalo de 30 dias. Após esse período uma reavaliação pode ser feita para continuar o tratamento. “O tratamento é muito efetivos nas estrias vermelhas, mas pode ser feito em qualquer tipo de estria”, complementa a Dra. Durante as sessões, é utilizada um anestésico local e a paciente sente apenas um aquecimento, portanto, é praticamente indolor. Já a recuperação é muito rápida, podendo voltar às atividades no mesmo dia. 

3) Laser FOTONA (disponível  em clínicas dermatologicas): 

estrias tratamentos

Foto: Istock/repinanatoly

Esse é o laser do momento - os resultados são incríveis e é praticamente indolor. Todos os médicos amam esta plataforma.Para tratar as estrias é possível associar a terapia Erbium presente na plataforma de laser do FOTONA, liberado em modo sub ablativo, ou seja, que não descama ou machuca a pele.

O tratamento é praticamente indolor, porém é realizado com uma fina camada de creme anestésico para evitar qualquer desconforto para o paciente. O único preparo necessário para o procedimento é manter a pele muito bem hidrata. Já o pós-tratamento não requer nenhum cuidado especial, é preciso atenção para a importância de os pacientes praticarem exercícios físicos regularmente e manterem uma alimentação saudável para evitar ganhos de peso e retenção de líquidos.

São necessárias de 4 a 6 sessões com 30 minutos de duração, realizadas semanalmente, ou dependendo do caso, a cada duas semanas. Os primeiros resultados já são visíveis desde a primeira sessão, porém os efeitos finais são obtidos dois meses após a última sessão e os resultados são duradouros. 

Comente