Blogueira africana famosa não quer ser negra

verasidika

Vera Sidika antes e depois - fotos: reprodução

Uma blogueira famosa do Quênia, Vera Sidika, era conhecida por encarnar o ideal de beleza africano. Negra, bem maquiada e bem produzida. Só que em uma entrevista recente para a televisão ela revelou que está em um processo de branqueamento da pele.

A it girl declarou que pagou 125.000 euros (aproximadamente R$379.590 reais) para o tratamento feito em Londres, e conseguiu baixar três tons de pele.

No dia seguinte após a revelação bombástica, a imprensa qualificou sua atitude como irresponsável e de duvidoso exemplo.

Vera, que se define como a Kim Kardashian africana, se defende. "Nunca criticaram a Rihanna e a Nicki Minaj (quando clarearam a pele), e a mim sim? Estou muito feliz com minha nova imagem, necessitava de uma mudança na minha vida", afirmou.

O branqueamento da pele consiste no uso de creme para retirar retirar manchas de nascimento ou marcas derivadas do vitiligo e se aplica a casos como o da it girl.


O branqueamento da pele é um tratamento muito difundido nos Estados Unidos e em muitos países da Ásia e da África. A OMS (Organização Mundial de Saúde) denunciou "elevada" presença de mercúrio em alguns produtos para clarear a pele, o que pode provocar graves danos como o câncer. No Quênia branquear a pele é um tema tabu e muitas vezes os tratamentos ocorrem em clínicas clandestinas.

Por Jessica Moraes

Comente

Assuntos relacionados: vera sidika pele pele negra