Acessórios com penas: marca da cultura indígena

Acessórios com penas marca da cultura indígena

Brinco de penas e jacarandá Ar Essencial. Foto/ Reprodução Site Ar Essencial

Os índios do Brasil sempre utilizaram penas e plumas para adornar seu corpo. As penas lindas de aves brasileiras, coloridas e diversas, são excelentes artigos de decoração, e subproduto da floresta, que podem ser utilizados para confecção artesanal de acessórios para as mulheres que gostam de originalidade. O apelo cultural e ambiental faz a cabeça de mulheres do Brasil inteiro, que apostam nas cores e recursos da floresta como alternativa ao visual.

As penas utilizadas em acessórios não são arrancadas das aves, elas caem naturalmente em épocas certas, sem afetar a ave. Existem legislações ambientais que protegem os animais de atos criminosos e sempre é bom saber a procedência do material usado nos acessórios e o caráter ético da loja, ou artesão que o vende. As penas dão ar alegre ao visual, além de resgatar nas mulheres o conceito cultural nacional. No dia do Índio, veremos alguns artigos feitos por artesãos com penas e vendidos pela internet.

Ar Essencial confecciona brincos artesanais de penas, peças únicas e exclusivas, misturando sementes, madeiras, pedras e cerâmica dourada. A loja dá desconto de 10% para compras através de depósito ou transferência bancária. O brinco de penas e semente de jacarandá é um exemplo da mistura da floresta. As sementes são pintadas de dourado, trazem detalhes de cerâmica dourada e esferas amarelas. Os preços variam de acordo com a peça.
Terra Brasilis apresenta peças de Cláudia Araújo. Os brincos têm nomes indígenas como nandú, urucum, manguari, entre outros. Uma diversidade de modelos e cores, além de preços que variam de R$ 5,00 a R$ 35,00. A marca traz ainda tic tacs com penas, tiaras, pulseiras e colares.

Por Catharina Apolinário

Comente