Árvore de Natal de origami

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+
Árvore de Natal de origami

Foto/ Reprodução do blog Origami

Cansada dos mesmos enfeites de Natal? Pensando em inovar? Mude a cara do seu Natal com enfeites originais como a árvore de Natal de origami, uma dica do artesão Norberto Kawakami que pode dar um ar oriental ao seu final de ano. Atenção aos passos e bom trabalho!

Norberto dá a dica para quem quer reinventar seu Natal. "Podemos substituir os ornamentos da árvore de natal por origamis que podem ser dobrados em papéis dourados e prateados. Os modelos podem ou não ser especificamente natalinos, pois com o papel, eles acabam ornando a árvore de Natal muito bem.", afirmou.

Trazemos a sugestão do blog Origami, que traz os moldes e o passo a passo da árvore de Natal de origami. Para começar a fazer a árvore, use os tamanhos 7,5×7,5cm, 10x10cm, 12x12cm e 15x15cm nos quadrados para fazer 4 octógonos das folhas e um octógono de 15x15cm para o caule. O blog traz as dicas de como fazer o octágono a partir de um quadrado e qual tipo de papel usar. O pinheiro fica com 11cm de altura.

O modelo é de Francesco Guarnieri e está a disposição no blog Origami. São apenas 2 octógonos apresentados. Abaixo o passo a passo do blog e o vídeo de Sara Adams, reproduzido no blog para ilustrar o modo de fazer.

Caule

Passo 1 - para completar as dobras do caule, fazemos a dobra 1/4 do lado até atingir a diagonal. Aí fazemos a dobra 1/8, também até atingir a diagonal.

Passo 2 - agora basta repetir essas dobras por toda a volta do octógono. Antes de iniciar as dobras das folhas, você deve fazer as mesmas dobras vale das diagonais e dobrar as montanhas que partem do lado. Aquelas mesmas do caule e que dividiam o seu octógono pela metade.

Folhas

As folhas possuem mais dobras, mas mesmo assim é possível enxergar algumas referências. A primeira coisa é que elas se iniciam com os 2 octógonos centrais.

Passo 1 - o 1º octógono central a ser dobrado é levando o lado até a linha da dobra central que é paralela a esse mesmo lado. Faça essa dobra vale até atingir as dobras diagonais.

Passo 2 - repita isso com todos os outros lados e vire para o outro lado do papel. Repare que neste lado, as dobras se invertem. O que é vale do outro lado, é montanha deste lado. Isso é meio óbvio, mas sempre vale a pena lembrar.

Passo 3 - o 2º octógono central é obtido através da referência dos lados do último octógono dobrado. Repare que uma dobra diagonal cruza exatamente ao meio de cada lado. Essas são as referências para dobrarmos os lados deste 2º octógono. Vejam a figura.

Passo 4 - agora é fazer as dobras em V a partir dos vértices deste 2º octógono. Para fazê-lo, basta fazer uma dobra vale que parte do vértice fazendo com que a marca que está na metade do lado alcance a dobra diagonal do lado direito. Essa dobra é repetida do lado esquerdo, assim teremos o V de cabeça-para-baixo.

Passo 5 - Repita isso em todos os vértices e depois vire para o outro lado. Repetindo novamente para não esquecer, o que é vale do outro lado, é montanha neste.

Passo 6 - Agora iremos usar as dobras V como referência para finalizar o CP. Basta fazer coincidir o lado do octógono até uma das dobras adjacentes. Basta reparar que quando a dobra inicia pelo lado do octógono, as dobras formam um V de cabeça-para-baixo. Quando a dobra inicia pelo vértice, forma um V normal.

Passo 7 - repita as dobras em toda a volta do octógono e assim o CP está completo. A dobra que falta só aparecerá quando executarmos todas as dobras.


Passo 8 - a sequência para fazer a forma das folhas é efetuando as dobras dos octógonos centrais primeiro. Essas dobras farão com que o módulo fique tridimensional. A forma é parecida com a de um guarda-chuva. É um pouco difícil porque temos que fazer o papel se sobrepor.

Passo 9 - com a figura parecendo um guarda-chuva, agora basta criar suas pontas. É necessário executar as dobras do triângulo que está no lado e suas dobras adjacentes. Quando fizer, você reparará que os lados maiores desse triângulo ficarão unidos e as dobras adjacentes criarão uma trava. Repita o mesmo em toda a volta que você terá as pontas das folhas do pinheiro.

Por Catharina Apolinário

  • Facebook
  • Pinterest
  • Twitter
  • Google+

Comente