Artesã conta que avô incentivou sua arte

Artesã conta que avô pedreiro incentivou sua arte

Foto/ Arquivo Pessoal da artesã

Para algumas pessoas o artesanato é uma terapia, para outras uma profissão que leva o pão para casa e sustenta a família. Várias pessoas começam a produzir artesanato por brincadeira e acabam tornando-se profissionais no ramo da arte, como é o caso de Renata Dutra. A artesã conta sua história com a arte de produzir artesanato.

Com 8 anos de idade Renata Dutra começou a fazer artesanato. "Aprendi com meu avô, ele era pedreiro e decorava as paredes dos clientes, me lembro quando ele fez uma estrela de cimento na parede e a decorou com bolinhas de gude, isso ficou guardado na minha lembrança", contou a artesã.

Renata afirma que O artesanato é sua paixão. "O artesanato representa um meio de me expressar quando não consigo falar nem escrever algumas coisas, expresso os sentimentos através das cores e isso é muito importante para todas as pessoas", explicou.

Atualmente, a artesã consegue viver dO artesanato, mas antes ela tinha a arte como complementação de sua renda, enquanto trabalhava em outras atividades. A artesã faz pinturas em todos os tipos de materiais, gesso, vidro, madeira, tela e tem muito amor pelo que faz. Também adora trabalhar reciclagem e aproveitamento de materiais que iriam para o lixo.

A artesã produz várias peças com material reaproveitado. "Produzo desde abajures de garrafas que iriam ser jogadas ao lixo, até pinturas em vidros reciclados. Reutilizo algumas peças que iriam para o lixo, isso contribui com o meio ambiente", afirmou.


Quem foi na Casa Faça Fácil da Mega Artesanal pode acompanhar o trabalho da artesã em uma das salas da casa, logo na entrada. "Provei com uma amiga que era possível fazer do lixo um luxo no trabalho que fizemos na Mega Artesanal", lembrou orgulhosa Renata.

Por Catharina Apolinário

Comente